O faturamento hospitalar, com suas regras complexas e operações manuais, podem causar erros que muitas vezes são imperceptíveis, mas que prejudicam significativamente os resultados da instituição. Para isso, nós oferecemos o Ciclo de Receita.

Quais são os objetivos:
•    Diminuir tempo de fechamento de faturamento.
•    Diminuir perdas e glosas.
•    Aumentar valor faturado e produtividade na própria competência.
•    Melhorar qualidade do faturamento.

O ciclo de receita se inicia com um diagnóstico dos processos que impactam no ciclo da receita. Este diagnóstico analisa desde o momento da solicitação do atendimento até o recebimento pelo serviço prestado.
A partir deste diagnóstico e junto com equipe do hospital são refeitos fluxos, eliminados retrabalhos, sempre com o foco central de corrigir os problemas na sua raiz, otimizando o tempo de processamento e melhorando a qualidade da conta.
Em um processo de melhoria contínua do ciclo de receita não existem milagres, mas a soma de esforços, experiências e ações coordenadas que geram resultados rápidos e permanentes.
Planeje-se para entender quais são os principais gargalos e falhas no seu processo de faturamento e em seguida resolva-os, pois só assim as contas serão enviadas para às operadoras em tempo hábil e com a certeza de que nenhum material, medicamento ou serviço prestado não foram lançados na conta do paciente.

[DRG (Diagnosis Related Groups)]

Moderno, simples, acessível e de fácil aplicação. Esse é o DRG Brasil, com os objetivos de aumentar a sustentabilidade organizacional, acompanhar os custos assistenciais de internação e desenvolver a governança clínica, ele possibilita o engajamento e mudança do modelo de remuneração do corpo clínico baseado em resultados econômicos e assistenciais.

[Gestão Estratégica de Custos]

O sucesso de uma instituição de saúde passa diretamente por uma gestão eficaz e estratégica de custos. E para auxiliar as empresas a alcançarem este objetivo, a Gestão Estratégica de Custos age diretamente na parte econômica da instituição, seja ela privada ou pública, controlando informações econômicas globais, departamentais, até no nível do custo por paciente. Além de oferecer a possibilidade de realizar benchmark de diversos indicadores relevantes em mais de 200 clientes na nossa base de dados. 

[Projeto de Redução de Custos Hospitalares e Ganhos de Eficiência]

O Projeto de Redução de Custos possui cinco etapas, todas em curto prazo, mas com resultados expressivos e duradouros.

• Avaliação econômico-financeira.

• Benchmarking com unidades semelhantes.

• Dimensionamento de equipes de recursos humanos.

• Governança Clínica - Avaliação de permanência hospitalar por meio de análise de base secundária do hospital.

• Aplicação de metodologia LEAN em processo/setor de alta relevância financeira.